Setembro Amarelo: a vida é a melhor escolha!

Todos nós devemos atuar ativamente na conscientização da importância que a vida tem e ajudar na prevenção do suicídio, tema que ainda é visto como tabu. É importante falar sobre o assunto para que as pessoas que estejam passando por momentos difíceis e de crise busquem ajuda e entendam que a vida sempre vai ser a melhor escolha.

 

Quando uma pessoa decide terminar com a sua vida, os seus pensamentos, sentimentos e ações apresentam-se muito restritivos, ou seja, ela pensa constantemente sobre o suicídio e é incapaz de perceber outras maneiras de enfrentar ou de sair do problema. Essas pessoas pensam rigidamente pela distorção que o sofrimento emocional impõe.

 

Se informar para aprender e ajudar o próximo é a melhor saída para lutar contra esse problema tão grave. É muito importante que as pessoas próximas saibam identificar que alguém está pensando em se matar e a ajude, tendo uma escuta ativa e sem julgamentos, mostrar que está disponível para ajudar e demonstrar empatia, mas principalmente levando-a ao médico psiquiatra, que vai saber como manejar a situação e salvar esse paciente.

 

Para reconhecer que uma pessoa está precisando de ajuda é necessário ficar atento aos sinais. O presidente da ABP, Antônio Geraldo da Silva, explica quais são é impossível saber, mas grande parte das pessoas que já tentou suicídio ou se suicidou procurou ajuda antes do ato.

 

“As pessoas com ideação suicida dão sinais que são pedidos de ajuda, através de frases e ações. Alguns comentários que demonstram desespero, desamparo e desesperança, como ‘eu desejaria não ter nascido’, ‘eu preferia estar morto’, ‘caso não nos encontremos de novo’, além de comportamentos como o isolamento social, alterações de humor, impulsividade, baixa autoestima e a organização de despedidas podem ser sinais de alerta.”

 

Participe conosco, divulgue a campanha entre os seus amigos e nos ajude a salvar vidas, pois a vida é a melhor escolha!