4 DICAS PARA UMA BOA CONVIVÊNCIA EM CONDOMÍNIO

Viver em condomínio tem inúmeros benefícios como, segurança, praticidade e infraestrutura. Porém, é preciso tomar alguns cuidados para garantir a boa convivência com os demais moradores e prezar pela paz entre todos os condôminos. Com a ajuda do síndico e de uma boa administradora de condomínios fica tudo mais fácil.

Separamos 4 dicas básicas para você viver bem em condomínio. Confira!

 

Cuidado com o Pet. Administração de condomínio em Porto Alegre. Administração de condomínio em Caxias do Sul.

 

MANTENHA A HIGIENE E SAÚDE DO SEU PET 

 

Os animais de estimação são grandes amigos e até membros da família para muitas pessoas, mas eles também podem ser motivo de conflitos entre os condôminos. Com pequenas atitudes é possível ter uma boa convivência entre os pets e os moradores do condomínio.

 

Um ponto que pode gerar incômodo em relação aos animais em condomínio é a higiene. Alguns moradores reclamam dos odores provindos das necessidades dos animais. Desse modo, é importante que você cuide, não somente da saúde do pet, mas também da higiene do seu apartamento. Além disso, quando for passear com seu amigo, leve sempre uma sacolinha para recolher e descartar corretamente as necessidades do seu pet. Ele não irá recolher sozinho e os vizinhos irão lhe agradecer o cuidado com o bem comum.

 

 

O LIXO TAMBÉM TEM REGRA!

 

A produção de lixo é algo inevitável. São toneladas de detritos produzidos pelas residências e condomínios. Para fazer o descarte do seu lixo de maneira correta e atendendo às normas do condomínio, é importante se informar sobre os tipos de separação do lixo, se existe ou não dias certos de coleta e qual o local apropriado para essa destinação.

 

Informe-se sobre as regras com o síndico ou com a administradora do seu condomínio.
Contribua com a manutenção e higiene do seu condomínio e faça dele um lugar para viver bem.

 

Dicas de Convivência. Administração de condomínio em Porto Alegre. Administração de condomínio em Caxias do Sul.

 

AO SE REUNIR COM OS AMIGOS NÃO ATRAPALHE O SONO DOS VIZINHOS

 

Encontrar os amigos para um jantar ou uma confraternização é ótimo!
Mas respeitar o sono dos vizinhos é melhor ainda. Por isso, fique atento ao horário de silencio e as regras de convivência do seu condomínio.

 

Lidar com problemas de barulho de festas exige bom senso. Pois, o abuso do vizinho, o horário – geralmente tarde da noite- e os ânimos exaltados são um prato cheio para tornar o clima, no mínimo, tenso.

 

A cautela e a conversa devem ser usadas sempre.

 

Fale com seu síndico e informe-se sobre o horário de silêncio no seu condomínio.

 

Dicas de Convivência. Administração de condomínio em Porto Alegre. Administração de condomínio em Caxias do Sul.

 

A SACADA DO VIZINHO NÃO É CINZEIRO!

 

O descarte irregular de bitucas acesas traz riscos à segurança de todos.
Na convivência em condomínio, uma das práticas mais inconvenientes é a de fumar.  Além das reclamações provocadas pela fumaça e cheiro, o descarte das ‘bitucas’ pode até gerar prejuízos para o condomínio. O trato na solução do problema requer muito jogo de cintura e, na maioria das vezes, doses extras de paciência do síndico e condôminos.
O morador tem o direito de fumar dentro do seu apartamento, desde que isso não atrapalhe os vizinhos. A bituca, quando arremessada acesa pela janela, é um risco para a segurança do condomínio, podendo entrar em outro apartamento e provocar incêndios ou ainda atingir um um pedestre. Apagada, a bituca pode ser descartada no lixo convencional

Pratique a empatia e siga as regras da boa convivência, afinal você não está sozinho em um condomínio.

Siga estas dicas e faça do seu condomínio um lugar para viver bem!

 

 

CONTE CONOSCO
TUDO PARA FACILITAR A ADMINISTRAÇÃO DO SEU CONDOMÍNIO.

Fale conosco, solicite uma proposta e ganhe apoio integral na administração de seu condomínio, ou pelo Whatsapp: Porto Alegre 51 99923-6148 e Caxias 54 99612-6728.

 

 

Leia mais:

Pet em apartamento: 4 dicas para manter tudo organizado

 

Condomínios: os riscos da contratação de funcionários e exigências legais

 

PPCI E LTIP: prazos de regularização