DIA DO MEIO AMBIENTE: COMO O CORONAVÍRUS MUDOU O PLANETA

Há semanas as redes sociais exaltam os benefícios que a quarentena trouxe para o meio ambiente. A medida em que as pessoas ficaram isoladas em suas casas, em função da pandemia, a Terra passou, lentamente, a dar sinais de recuperação.

 

Porto Alegre Coronavírus
Grande São Paulo. https://agora.folha.uol.com.br/sao-paulo/2020/04/poluicao-diminui-na-grande-sao-paulo-apos-o-inicio-da-quarentena.shtml

Os efeitos colaterais da pandemia para o meio ambiente, aos poucos, vem se apresentando. O isolamento social mudou o estilo de vida das pessoas, com mais de um terço da população mundial em casa. Não é de se estranhar que o meio ambiente também fosse impactado.

Hoje, 05 de junho, é dia do meio ambiente, data criada em 1972 pela ONU. O objetivo principal dessa data é chamar a atenção de toda a população para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais.

 

E O QUE ISSO TEM A VER COM A PANDEMIA?

 

A maior mudança percebida foi a redução da poluição atmosférica. Com menos automóveis nas ruas, menos fábricas funcionando, além de bilhões de pessoas em quarentena e viagens canceladas, a diminuição de poluentes emitidos foi detectada por satélites em várias regiões do mundo, inclusive no Brasil.

 

De fato, 2020 está a caminho de ver o maior declínio global anual de emissões de dióxido de carbono e gases de todos os tipos.

EFEITOS MAIS IMPACTANTES DA PANDEMIA NA NATUREZA

Além da redução da poluição, menos pessoas nas ruas também deu espaço aos animais, que se aventuraram em ambientes urbanos. No Reino Unido, muitas cabras foram vistas passeando pela cidade. Imagens assim na Tailândia, Índia e África do Sul também se popularizaram.

 

 

Na Itália, peixes foram vistos nos canais de Veneza, que antes eram extremamente turvos. A água, que há 60 anos não estavam tão limpas, agora estão cristalinas e é resultado de menos movimentação de barcos pelos canais. Sem eles, a terra se acumula no solo e a água parece mais limpa.

Veneza

 

Cisnes e peixem voltaram aos canais:

 

 

 

Na Índia, após 21 dias de lockdown foi possível ver o Himalaia.

 

 

O céu em diversos países ficou mais bonito.

 

Foto do Estadão: http://brazilhealth.com/Visualizar/Artigo/229/Efeitos-Positivos-da-Quarentena-no-Meio-Ambiente?AspxAutoDetectCookieSupport=1

 

 

Até a diminuição do ruído humano nas ruas foi benéfico para o planeta. Detectada por geógrafos de diversos países, a diminuição do ruído sísmico pode facilitar a detecção de terremotos leves e outros pequenos abalos sísmicos. Essas novas formas de relação a distância, sem tanta necessidade de transporte e o aumento de trabalho home office, vão favorecer a recuperação de sistemas ambientais.

 

 

Mesmo com tantas mudanças para o meio ambiente, ainda não é hora de comemorar!

 

É nosso dever, enquanto cidadãos, preservar o meio ambiente e prezar pela diminuição, cada vez maior, da poluição. O impacto ambiental poderá ser positivo e deixar uma boa expectativa para as futuras gerações.

 

Mas é provável que isso seja só um “respiro” para o planeta e a emissão de poluentes volte com muita força após o isolamento social. Por isso, nosso cuidado agora precisa ser redobrado. É necessário que se reflita e se entenda a importância de hábitos sustentáveis para que, após a quarentena, o meio ambiente tenha chance de continuar se recuperando.

 

 

O que você tem feito para diminuir os impactos negativos no planeta? Conte para nós aqui nos comentários abaixo.

 

Muitos bairros oportunizam uma vida mais próxima da natureza. Escolha o melhor para você! Busque seu imóvel em bairros mais arborizados em Porto Alegre e em Caxias do Sul.